O que fazer em Porto Alegre? Confira 10 pontos turísticos

O que fazer em Porto Alegre? Confira 10 pontos turísticos
Ponto do Guaíba, Porto Alegre (Ayr Aliski / Flickr)

Fundada em 1772, Porto Alegre é a mais europeia das capitais brasileiras com uma média anual de 19,5º C e invernos rigorosos, que podem ter neve e temperaturas abaixo de zero. Entretanto as quatro estações são bem definidas e durante o verão a temperatura pode passar facilmente dos 35º C.

A cidade fica na margem leste do Rio Guaíba, exatamente no ponto de convergência de outros cinco rios, os quais formam a enorme Lagoa dos Patos. É uma metrópole muito arborizada, com ótima qualidade de vida e um povo que mantém suas tradições principalmente o churrasco e o chimarrão.

Dentre as atrações para todos os gostos, confira 10 que separamos para a sua próxima viagem até lá.

1. Parque Farroupilha

Parque da Redenção (ou Farroupilha) em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil (foto: P. Lucas)

Parque da Redenção (ou Farroupilha) em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil (foto: P. Lucas)

Também conhecido como Parque Redenção, tem 370.000 m² repletos de árvores centenárias e espécies nativas. É um belo passeio, sobretudo durante a primavera quando os ipês roxos e amarelos encantam a paisagem.

São variadas opções de lazer, como o parque de diversões, os passeios de trenzinho e pedalinhos, o Mercado do Bom Fim (onde há lojas de conveniências e lanchonetes), o Café do Lago e a feira de artesanato gaúcho (aos sábados e domingos).

Além de diversas belezas, como Orquidário, Recanto Alpino, Recanto Oriental, Recanto Europeu, Solar, Fonte Luminosa, Espelho d’água e Auditório Araújo Viana, contemple os 38 monumentos, em cobre e mármore, com destaque para o Monumento ao Expedicionário.

2. Usina do Gasômetro

Usina do Gasômetro vista do rio Guaíba (Paulo rsmenezes)

Usina do Gasômetro vista do rio Guaíba (Paulo rsmenezes)

É um dos pontos mais tradicionais para ver o famoso pôr do sol de Porto Alegre, às margens do Lago Guaíba. O prédio que sediou uma usina de geração de energia movida a carvão mineral hoje é espaço para eventos culturais de todos os tipos e conserva sua chaminé de 117 metros, que pode ser vista de outros pontos da capital gaúcha. Os 18 mil m² de área abrigam três auditórios, cinco salas multiuso, anfiteatros, laboratório fotográfico, estúdio de gravação, videoteca, espaços para exposições, centro de documentação com biblioteca, cinema, o Teatro Elis Regina e praça de variedades com restaurante e bares.

3. Parque Moinhos de Vento

Moinho açoriano no Parque Moinhos de Vento em Porto Alegre (Lechatjaune)

Moinho açoriano no Parque Moinhos de Vento em Porto Alegre (Lechatjaune)

Localizado em uma área nobre da cidade, o Parcão, como também é conhecido pelos porto-alegrenses, foi oficialmente criado em 1972 e possui 115 mil m2. O nome Moinhos de Vento tem sua origem no século XVIII, quando foi construído um moinho de vento no espigão onde hoje se situa a Avenida Independência. É um local perfeito para a prática de esportes, pois tem campo de futebol, quadras de tênis, cancha de bocha, aparelhos de ginástica, pista de patinação, quadras poliesportivas e pistas de caminhada.

4. Mercado Público

Mercado Público de Porto Alegre (Tetraktys)

Mercado Público de Porto Alegre (Tetraktys)

Patrimônio Histórico e Cultural de Porto Alegre e tombado como um Bem Cultural é um prédio em estilo neoclássico construído sobre o primeiro aterro da cidade, datado de 1869. Possui 110 estabelecimentos que comercializam especiarias e produtos típicos das terras gaúchas. Restaurantes, lanchonetes e sorveterias completam a oferta de serviços, sendo o maior centro de compras da cidade.

5. Casa de Cultura Mário Quintana

Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, Brasil (Obirici / Wikimedia)

Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, Brasil (Obirici / Wikimedia)

O prédio inaugurado em 1933 abrigou inicialmente o luxuoso hotel Majestic, que recebeu hóspedes ilustres como presidentes, artistas famosos e o poeta gaúcho Mário Quintana, que lá viveu desde 1962 até 1987, ano de sua morte. Nos anos 80, foi comprado pelo Governo do Estado e transformado em patrimônio histórico e espaço de cultura. Aproveite a vista do Café Santo de Casa, que está localizado em uma das cúpulas, para fazer uma refeição leve e agradável.

6. Praça da Alfândega

Vista parcial da Praça da Alfândega, em Porto Alegre, Brasil. Parte sul, com o monumento ao General Osório (foto: Ricardo André Frantz - Tetraktys / Wikimedia)

Vista parcial da Praça da Alfândega, em Porto Alegre, Brasil. Parte sul, com o monumento ao General Osório (foto: Ricardo André Frantz – Tetraktys / Wikimedia)

Uma das mais famosas da cidade, a Praça da Alfândega abriga, nos meses de outubro e novembro, a maior feira do livro a céu aberto da América Latina e belas construções, como o MARGS (Museu de Arte do Rio Grande do Sul), o Santander Cultural (Museu e espaço de cultural) e o Clube do Comércio. A paisagem é composta de grandes paineiras, ipês e jacarandás.

7. Lago Guaíba

Lago Guaíba (Jonas Schen / Wikimedia)

Lago Guaíba (Jonas Schen / Wikimedia)

Com 496 quilômetros quadrados, apesar de ser classificado como um lago por técnicos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e de universidades norte-americanas, ainda é considerado por muitos como um rio. Além da bela paisagem, aproveite os centros culturais e a infraestrutura para prática de esportes como ciclismo e skate.
Você poderá fazer um passeio de barco é breve de aproximadamente 1 saindo em direção ao rio Jacuí, passando pela Ilha da Pintada até se aproximar da quarta ponte da travessia Getúlio Vargas. Na volta passa por alguns canais do Delta do Jacuí, porém sem parar em nenhuma das ilhas do delta.

8. Fundação Iberê Camargo

Fundação Iberê Camargo (Ricardo Rmx / Wikimedia)

Fundação Iberê Camargo (Ricardo Rmx / Wikimedia)

Um prédio premiado na Bienal de Arquitetura de Veneza. Tem quatro andares interligados por rampas, que cruzam o grande salão, com mostras temporárias de arte contemporânea, o último dedicado às pinturas do gaúcho Iberê. Também é um ótimo local para admirar o por do sol porto-alegrense à beira do Lago Guaíba.

9. Estátua do Laçador

Estátua do Laçador (Alexandre Pereira / Flickr)

Estátua do Laçador (Alexandre Pereira / Flickr)

Também conhecida como Monumento ao Laçador é a representação do gaúcho tradicional com seus trajes típicos, a vestimenta típica campeira. Instalada na entrada norte de Porto Alegre, dá as boas-vindas aos turistas. Tombada como patrimônio histórico em 2001, a peça tem quase 5 metros de altura, pesa 3,8 toneladas e está sobre um pedestal de granito de pouco mais de 2 metros.

10. Museu de Ciências e Tecnologia da PUC

Museu de Ciências e Tecnologia da PUC (facebook.com/museudapucrs)

Museu de Ciências e Tecnologia da PUC (facebook.com/museudapucrs)

Um espaço formado por três pavilhões construído para preservar e difundir o conhecimento.
As exposições despertam a curiosidade utilizando a tecnologia para transformar conceitos de física, matemática e química em pura diversão. E você também vai tomar gosto pela arqueologia porque lá estão peças retiradas de escavações, que contam sobre o Brasil bilhões de anos antes da nossa descoberta.

Deixe seu comentário:

Porto Alegre é um município brasileiro e a capital do estado mais meridional do Brasil, o Rio Grande do Sul. Pertence à mesorregião metropolitana de Porto Alegre e à microrregião de Porto Alegre.

Eduardo Artico

Eduardo Artico

Redator publicitário. Especialista na arte de criar sacadinhas e anúncios.

Veja mais publicações de Eduardo Artico

+ Porto Alegre

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , ,