Destino Nacional

como ir, deslocamentos, melhores passeios, onde se hospedar. [2023]

Fernando de Noronha é uma ilha paradisíaca, muito amada não só pelos ecoturistas, mas, por todos aqueles que apreciam a beleza, em sua mais charmosa singeleza natural.  Por isso, preparei esse guia completo sobre Fernando de Noronha, leia e descubra como ir, deslocamentos, melhores passeios, onde se hospedar.

Os recantos e praias são simplesmente fascinantes e deixam qualquer um boquiaberto. Você vai amar turistar nesta ilha e vai querer voltar. Isso eu aposto!

Mas, o que eu quero mesmo te dizer é que um planejamento de viagem para Fernando de Noronha é indispensável. Afinal, em uma viagem tão incrível, a última coisa que você vai querer é perder tempo e deixar de aproveitar os passeios por falta de organização.

Se quiser curtir o oceano, a natureza  subaquática e praias que te farão duvidar de  estar no planeta Terra, é pra lá que você deve ir. Mas quem diz que não há  mais nada para ver está completamente enganado. 

A ilha pode te remeter a momentos especiais da história do povo brasileiro. Estando por ali, é possível  conhecer pontos históricos na Vila dos Remédios, pode-se admirar o pôr do sol no mirante próximo às ruínas de São Pedro do Boldró,  visitar a  Vila Quixaba,  e ainda se sensibilizar com o projeto Tamar.   

Aqui te conto um pouco de tudo. Então aproveite as dicas desse roteiro para Fernando de Noronha. Abrace esse paraíso e divirta-se.

O que este artigo aborda:

Fernando de Noronha – A Ilha e o Arquipélago

Fernando de Noronha é um arquipélago situado no Oceano Atlântico e  seu território faz parte do Estado de Pernambuco, Região Nordeste do Brasil. 

É composto por 21 ilhas, porém apenas 1 delas, a chamada  Ilha de Fernando de Noronha  é habitada e pode ser visitada livremente. As outras só podem ser acessadas com autorização expressa do IBAMA, através de licença oficial, concedida apenas a pesquisadores. 

A Ilha de Fernando de Noronha é hoje em dia, um dos pontos de ecoturismo mais buscados do Brasil. 

Contudo, a ilha foi aberta ao turismo apenas na década de 1980. Antes disso, o local era apenas ponto estratégico militar para defesa nacional, papel que exercia desde a 2ª Guerra.  

Atualmente, o turismo é a principal fonte de renda da região. Apesar disso, ainda existem limitações, pois somente são permitidos 1000 visitantes por dia no território. 

A restrição tem por objetivo preservar a ilha, que é área de proteção ambiental,  tendo sido normatizada como Parque Nacional Marinho e  tombada pela Unesco Patrimônio Natural  Mundial. 

Fernando de Noronha é um destino com pouca infraestrutura. Apesar da ampliação no ramo da hospedagem, ainda há muitos pontos sem apoio turístico. Talvez  seja um dos motivos para os preços da região serem mais altos que no continente. Muitos dizem ser um destino inflacionado.

Como ir a Fernando de Noronha

Fernando de Noronha como ir

Praias imperdíveis, de águas mornas e límpidas, com transparência vitral e uma fauna marinha incrível são aspectos que  fazem com que os turistas fiquem extasiados. É muita beleza! Para chegar aqui e apreciar tudo é preciso chegar via aérea.

O ideal mesmo são os voos e estes são operados pelas linhas aéreas Gol e Azul, partindo de Recife ou Campinas (voo recém inaugurado e que foi minha escolha para chegada à ilha).

Deslocamento em Fernando de Noronha: como transitar  por lá

Ao contrário do que se pode pensar, transporte é o que não falta na ilha. Basta escolher.

E você pode fazer sua opção conforme o que deseja gastar e de acordo com o conforto que pretende ter. Querendo, dá até pra dar uma boa economizada. 

A partir do Aeroporto de Fernando de Noronha   

A ilha de Fernando de Noronha tem aeroporto e sair dele e seguir para sua acomodação não é difícil.  Há à sua disposição:

  • transfer (oferecido pela maioria de pousadas e hotéis) – minha opção escolhida
  • ônibus
  • táxis
  • bugues alugados

Para deslocar-se pela Ilha

Há micro-ônibus de 30 em 30 minutos percorrendo a ilha.  A passagem custa em torno de R$5,00 (Valor de agoato 2022). Mas, você também pode deslocar-se de táxi, com corridas que custam valores fixos entre R$ 25 e R$ 60, dependendo da distância.

Outra opção é o aluguel de um veículo, que pode ser um  bugue, carro, moto ou bicicleta elétrica. Locar um transporte é modo de conseguir plena autonomia, porém, é preciso estar atento a alguns detalhes. 

Os bugues nem sempre estão em bom estado, aliás a maior parte costuma dar problemas. Os carros são mais bem conservados, mas ambos custam bem caro. A diária fica entre R$350,00 e R$500,00. As motos têm preço da diária a partir de R$ 150,00 e para  a bike elétrica o valor gira em torno de  R$60,00 por dia.

 Muita gente circula a pé. Uma boa caminhada, é bem-vinda muitas vezes, dependendo de onde você está e para onde deseja ir. A ilha não possui uma grande dimensão. Dessa forma, o acesso em sua extensão é facilmente realizado a pé.

As taxas cobradas em Fernando de Noronha

Se alguém te disser que existem taxas a pagar para entrar na Ilha de Fernando de Noronha  não duvide. Elas existem e são duas: a Taxa de Preservação Ambiental (TPA) e o Ingresso para o Parque Nacional Marinho.

Taxa de preservação Ambiental

Todo mundo que chega à Noronha paga taxas para entrar e permanecer por alguns dias, em  Fernando de Noronha. Trata-se de taxa ambiental para visitação à Ilha. A TPA- Taxa de preservação ambiental é cobrada por dia de permanência, começando com o valor de R$ 87,71 (agosto de 2022) e com algumas variações, conforme a quantidade de dias. baixa um pouco entre o sexto e décimo dia, voltando a subir progressivamente  a partir do décimo primeiro dia. 

Querendo ganhar tempo, evitando a grande fila na chegada, você poderá preencher o formulário e efetuar o pagamento, através de boleto bancário, até 3 dias antes da viagem. Para tanto, basta acessar o site oficial.

Ingresso para o Parque Nacional Marinho

Outro pagamento que os turistas devem pagar é o ingresso para o Parque  Nacional  Marinho. Contudo, esse ingresso não é obrigatório para entrada na Ilha, mas ele te garante acesso às praias, mirantes, passeios de barco, trilhas que ficam localizadas dentro do Parque Nacional.

Este ingresso pode ser comprado no Centro de Visitantes e também pela Internet, mas no segundo caso,  será preciso retirar em algum ponto de atendimento.

Contudo, apesar de conseguir comprar o ingresso no site oficial de forma antecipada, o agendamento das trilhas somente ocorre de forma presencial. Como as trilhas tem uma capacidade diária bem limitada, o agendamento das trilhas pretendidas devem ser feitos logo na chegada à Ilha.

O valor varia conforme a nacionalidade. Brasileiros pagam R$165,00 ( gratuito para crianças até 11 anos e terceira idade). Estrangeiros pagam R$330,00.

Quando ir a Fernando de Noronha

O que fazer em Noronha

Onde já se viu plano de viagem sem pensar quando é o melhor tempo para ir? Não existe, não é? Portanto fique atento à melhor época de curtir Fernando de Noronha

Na verdade, depende também do que você quer fazer. Se sua intenção é o mergulho, a melhor época são os meses de agosto e setembro, quando as águas ficam mais calmas e límpidas. Contudo, é preciso ressaltar que é possível mergulhar em qualquer época do ano.

Para os surfistas, a melhor época vai de dezembro até  março, sendo fevereiro o período de ondas mais radicais, quando chegam os melhores swells na ilha.  Mas, se seu maior desejo é nadar e praticar snorkel nas cristalinas águas do mar de Fernando de Noronha, vá em agosto ou em setembro. 

E se está preocupado com o  clima, saiba que  se subdivide em estação seca que vai  de agosto até fevereiro e estação com chuvas, que vai de março a julho.

O mar também tem  condições diferenciadas. Há o tempo das altas ondas, que os surfistas chamam de swell. Vai de outubro até março.

E há o tempo de ondas calmas, que fazem do oceano uma imensa e cativante  piscina. Este período de serenidade das águas vai de abril a setembro. Os barqueiros e o pessoal do surf chamam esta calmaria de flat .

Tem hospedagem na ilha?

A resposta é sim, para todos os bolsos. Entre luxuosos hotéis e pousadas mais simples se dividem os turistas que visitam a Ilha. 

Já se foi o tempo em que Noronha abrigava apenas uma pousadinha simples e improvisada. Altos investimentos trouxeram para o território hotéis de primeiríssima categoria. 

As zonas em que estão as acomodações mais procuradas  em Fernando de Noronha são:  Vila dos Remédios, Bairro Colina, Vila do Trinta, Vila Floresta Nova e Vila Floresta Velha. Mas, há pousadas também, próximas à BR .

 O que fazer em Fernando de Noronha

As experiências que podem ser vivenciadas em Fernando de Noronha são múltiplas. A diversão na ilha não fica somente por conta das praias, do surfe, mergulho e snorkeling, vai muito além.                                                         

Estando por ali você pode conhecer a história do lugar e aprender mais uma parte da história do Brasil. Fernando de Noronha é um local onde encontram-se sítios históricos bastante curiosos. 

É a oportunidade de conhecer as ruínas de São Pedro do Boldró, a Vila dos Remédios, a Vila Quixaba e também, o projeto Tamar. 

Mas, imagino que você, assim como todo mundo,  deve estar curiosa com as praias , não é? Então é por elas que vamos começar nossa viagem a esta ilha fantástica.

Fernando de Noronha :  As Praias: O Mar de Dentro e o Mar de Fora

As praias de Fernando de Noronha fazem parte dos rankings das melhores do mundo. Além disso, abrigam os mais incríveis pontos de mergulho do país. 

Mas, é preciso que você saiba que são dezenas de praias. E estas estão espalhadas  por todos os pontos da ilha , ou seja, se distribuem por todo o entorno, tanto em uma costa quanto em outra.

Sendo assim, o litoral da ilha se divide em dois lados: o Mar de Dentro,  que é voltado para o Brasil, e o Mar de Fora, lado voltado para a África.   

Praias do Mar de Dentro 

Nas praias do Mar de Dentro estão os melhores pontos para visualizar o pôr do sol. Além disso, são as praias mais lindas da ilha. Não há quem discorde.  As águas são mais mansas e o cenário mais vibrante. As que mais deixam impressão de paraíso são: A praia dos Porcos e a Praia do Sancho, mas há muitas outras. 

Praia do Sancho

É uma das mais atraentes e belas da ilha. E isso a tornou famosa. A prova está no número de vezes que recebeu méritos. Revistas de viagens, sites e guias, volta e meia, a apontam como a mais linda. Já foi eleita a melhor do país  e até mesmo a melhor do mundo.  

A  Praia do Sancho apresenta muitos motivos para deixar você de boca aberta. Tem gente que jura que precisou até de babador, quando avistou a praia. A começar pela cor de suas águas, que é tom tão incrível que não dá para saber se é somente verde translúcido ou verde esmeralda. 

O mar do Sancho conta com curiosos bancos de corais e diversas outras espécies. Algumas tão visíveis pela limpidez da água, que até sem um snorkel é possível ver. Aliás, esta limpidez é um dos aspectos que a tornou o melhor local para mergulho  no Brasil, inclusive mergulho livre. 

Aos pés de falésia que se ergue majestosa, encontramos a areia indescritivelmente branca e fina . Ao redor, um verde nativo completa o cenário.

Para chegar à praia você pode seguir por trilha do Parque Nacional  Marinho de Fernando de Noronha, alcançar uma passarela ecológica de madeira até um mirante, de onde se tem a vista de toda baía do Sancho. Sem dúvida será uma experiência única!

Horários de funcionamento da escada da Praia do Sancho

Em seguida desça pela escada escavada na rocha de um penhasco. Um passeio que desce por mais de duzentos degraus. São 3 escadarias para chegar até a praia, mas garanto que o esforço valerá a pena.

Desde 2018, a escadaria funciona em um esquema de revezamento entre subidas e descidas. Fique atento aos horários:

  1. 8h às 8h50 – livre nos dois sentidos
  2. 9h às 10h20 – descida
  3. 10h30 às 11h20 – subida
  4. 11h30 às 12h20 – descida
  5. 12h30 às 13h20 – subida
  6. 13h30 às 14h20 – descida
  7. 14h30 às 15h20 – subida
  8. 15h30 às 16h20 – descida
  9. 16h30 às 17h20 – livre nos dois sentidos
  10. 17h30 às 18h – subida

Lembrando que, como a internet é precária, vá com os horários salvos no celular para não perder a hora das subidas/descidas desejadas.

Além disso, apenas 5 embarcações estão autorizadas para realizar a rota e se dispõem a levar os visitantes. Dessa forma, é o mais indicado para quem não tem muito condicionamento físico. 

Por fim, é preciso registrar que esta praia exige o ingresso do Parque Nacional Marinho para visitas.

Baía dos Porcos 

Fernando de Noronha o que fazer

Esta é a outra considerada imperdível e para mim a praia mais bonita do Arquipélago de Fernando de Noronha. A Baía dos Porcos tem uma imensa riqueza marinha e isso a faz uma das favoritas da galera do snorkelling. Outro ponto positivo é ser muito escolhida como ponto de mergulho. Nesta praia também tem um mirante para deslumbrar os turistas com  a visão que oferece de todo o trecho.

Mas o que fascina mesmo são as piscinas naturais que se formam por ali nas marés baixas. Não há quem não se encante com os pequenos cardumes de peixinhos lindos, avistados à flor da água cristalina.

Há um caminho de  pedras para se chegar até a praia dos Porcos. Você vem pela Praia Cacimba do Padre e tem que encarar uma trilha pedregosa, para a qual se exige cuidado. 

Contudo, quando eu visitei agora em agosto de 2022, a trilha estava fechada diante da possibilidade de deslizamento de pedras. O acesso estava ocorrendo apenas através da travessia a nado da praia da Cacimba do Padre.

 Cacimba do Padre

Fernando de Noronha melhores points para surfe

A Praia tem uma grande faixa de areia, mar cristalino, mas com fortes ondas e bem adequadas ao surfe. Aliás, esta é a melhor praia para surfe do Brasil e muitos campeonatos do inusitado esporte são disputados ali. 

De dezembro a março as ondas se elevam e não tem pra ninguém, a galera do surfe impera absoluta, esbanja alegria , curte ao máximo  e ganha a atenção dos apreciadores do esporte. Contudo, durante os meses de julho a setembro suas águas calmas permitem o banho daqueles que gostam de um mar calminho e água fresca. 

Desta praia dá para ver os Morros Dois Irmãos, elevações rochosas gêmeas,  famosas por serem cartão-postal da Ilha.

Uma curiosidade sobre o local é que o nome se deu devido ao padre que, com as próprias mãos, cavou um túnel, encontrando água potável e criando uma cacimba (reservatório de água) bem próximo à praia.

Praia do Bode

A Praia do Bode é acessada durante a maré baixa, tornando-se uma continuação da Cacimba do Padre. Apesar de ser mais uma praia linda de Fernando de Noronha, não faz frente à do Sancho e à Baía dos Porcos.  Por isso, muitos a classificam em segundo lugar quando se trata de rankear as belezas naturais de Noronha. 

Mas, o ponto tem seus atrativos. Além da areia fina e branca , das formações rochosas incomuns e águas cristalinas, característica das praias daqui, ela exibe um pôr do sol inesquecível. 

E até fica mais tranquilo admirar o astro-rei se pondo aqui, pois  a maior parte dos turistas vai apreciá-lo no Miradouro do Forte do Boldró, deixando mais livre a Praia do Bode. Subindo em um rochedo nesta praia, você tem a visão de lindo entardecer, sem aglomeração. 

Praia do Boldró

Esta praia de Noronha não é uma das que vive repleta de visitantes, aliás nem é muito frequentada. Ela tem, na verdade, um grupo de frequentadores cativos, ou seja, tem uma galera que ama ficar ali. E estes são os aventureiros surfistas e mergulhadores apreciadores das tartarugas marinhas , que desovam  no local.

As tartarugas costumam aparecer sempre, especialmente em época de desova.

A Praia do Boldró tem uma ampla orla. A faixa de areia é larga e rodeada de verde nativo. Também é um dos locais legais para curtir o pôr do sol , que, visto do Forte do Boldró, é lindo.

O ponto é tranquilo, mas o mesmo não se pode dizer do mar alvoroçado, especialmente quando a maré está alta, sendo a praia mais perigosa de Noronha. Portanto, a recomendação é que não entre no mar sem saber se as condições da maré permitem o banho. As ondas nessa região podem chegar até a 5 metros, pessoal! Não dá pra brincar por aqui! Mas, os surfistas amam o local de paixão e caem dentro.

Para mergulhar também é preciso ter um tanto de expertise, pois, há muitas pedras, que nem sempre estão visíveis quando as águas sobem.

Por isso, quem não é nadador experiente, deve ficar fora somente admirando a beleza. Mas, calma, não desanime, pois na maré baixa o nível do mar decresce. 

A maré baixa faz o encanto dos não-aventureiros. Se você é um nadador mais ou menos, deve esperar a baixa das águas para curtir o Boldró. Piscinas naturais se formam e o local torna-se um paraíso, que aguarda suas fotos para as redes sociais. 

Outro atrativo, este inesquecível, para os inexperientes na água é a captura das tartarugas, feita pelo pessoal do Tamar. 

Praia da Conceição 

bar do meio por do sol em noronha

Esta praia é tão bela que tornou-se um dos cartões-postais da Ilha.  Aparece com frequência quando se fala em praias da Ilha Fernando de Noronha.  

É a praia mais extensa e proporciona pra gente, um incrível visual com o Morro do Picão ao fundo. Pôr-do-sol, então… nem te conto, simplesmente lindo! 

Além disso, o famoso Bar do Meio é situado entre a praia do meio e a praia da conceição, permitindo a vista do por do sol dessa praia incrível. 

Se ama um banho de mar, mas é um nadador médio, sua visita nesta praia deve ser entre abril e novembro, mas se você é surfista, com experiência nas águas  e sua paixão é a aventura sobre as ondas, busque a Conceição  de dezembro a março. 

Praia do Meio

melhores praias de fernando de Noronha

A Praia do Meio é super visitada. Ela está no meio,  entre a Praia da Conceição e a Praia do Cachorro. 

Cenário majestoso, visita ao Bar do Meio, que é o restaurante mais afamado da Ilha e um  banho tranquilo de mar é o que proporciona este espaço. 

O Mar de Dentro conta com muitas outras praias legais. Tendo tempo a mais, procure conhecer outras. 

Praia do Cachorro

Fica na Vila dos Remédios, sendo de muito fácil acesso. É  muito visitada. Ótima para o banho de mar e com presença grande de vida marinha.

O oceano traz para esta praia, águas com nuances de verde. Juntando a orla de areia dourada, as formações rochosas e a areia fofinha, o local forma  um lindo cenário. 

Além disso, nessa praia ficam situados os famosos pontos turísticos da Ilha de Fernando de Noronha: a lasca da velha e o buraco do Galego.

Praias do Mar de Fora

O Mar de Fora fica no litoral que dá para o  Continente Africano. O mar é muito mais agitado deste lado, com ondas bem elevadas. Mas, também onde há maior biodiversidade marinha e imensas piscinas naturais. 

Praia do Leão

Esta é uma praia intocada. A pouca visitação turística faz com que sua natureza  esteja bastante preservada. 

O acesso a ela pode ser de barco e caso você queira visitar por este meio,  precisará providenciar por conta própria, pois os tours e passeios guiados por operadoras costumam não incluí-la. 

Outro jeito de acesso é a partir da Praia do Sueste, onde se chega de ônibus.  Siga , então, por trilha até a Praia do Leão. Prepare-se para não encontrar nada além de Sua majestade, a Natureza. Não tem nada neste recanto, nem água. leve o que precisa.

Mas, olha só, eu até separei pra você as vantagens de conhecer a Praia do Leão:

  • É lindíssima! Uma visão panorâmica de babar!
  • Vale muitas e muitas fotos para seu Instagram, que vai bombar de curtidas!
  • Suas areias são o local  que as tartarugas mais procuram para desovar. Isso requer até um certo cuidado ao passear pela areia, para não quebrar algum ovinho. Já ouviu falar em “andar pisando em ovos”? Então…. por este motivo só é permitido caminhar nesta praia até as 18h.
  • Na maré baixa formam-se piscinas naturais com encantadora vida marinha.  Tem gente que diz que já surpreendeu até tubarão acuado por ali.
  • As águas são convidativas, mas não é legal nadar ali, pois o mar é meio que traiçoeiro nesta região. Sendo praia do Mar de fora é banhada pelo Atlântico Sul, oceano agitado e turbulento, devido aos ventos que sopram por ali com frequência.
  • Na Praia do Leão, o pessoal do Tamar faz um acompanhamento da desova das tartarugas marinhas , na madrugada. 

Praia do Sueste

Se você mergulha com cilindro ou mesmo é praticante de snorkelling, vai adorar este ponto de Fernando de Noronha. Nesta praia a diversidade de espécies é imensa.  É um local certo para apreciar a riqueza da vida marinha. 

Além das doces tartarugas, o local é também visitado por tubarões. Mas, calma, ainda assim dá pra mergulhar e usar seu snorkel. Há uma área delimitada como de segurança, basta você não sair dela. 

É uma praia de acesso controlado, por isso, ela  tem horário de  visitação entre 9h e 16h. 

Praia da Atalaia

Mar muito límpido, cristalino na verdade. Águas rasas com piscinas naturais que se formam na maré baixa. Excelente para observação de cardumes coloridos e outras espécies marinhas. 

Para chegar até Atalaia é necessário agendamento no Centro de Visitantes. Isso ocorre por conta do controle de turistas na área. É feito um monitoramento de forma a não permitir excesso de visitantes. A intenção é a preservação local. 

Você chega pela trilha e aproveita a piscina natural, por 30 minutos. É o tempo reservado a cada grupo de visitantes. Aqui não é permitido uso de protetor solar e só é permitida a flutuação, nada de nados espalhafatosos que espantam a fauna marinha.  

Descubra em Fernando de Noronha outros passeios incríveis

 Quem vem à Ilha de Fernando de Noronha já sabe que quais passeios quer fazer. Normalmente, você planejou que vai mergulhar com cilindro, fazer snorkelling, surfar, nadar, apreciar vida marinha, ver lindíssimas paisagens e deslumbrar-se com pôr-do-Sol. Contudo, o que muitos não sabem é que por aqui tem muito mais que isso.

 Projeto Tamar

Preservação em Fernando de Noronha

Visite. Não saia da Ilha sem admirar o trabalho destes biólogos. O Projeto te possibilita aprender sobre a s tartarugas marinhas e outras espécies dali. 

Você tem a chance de ver de perto as tartarugas, acompanhar captura para  estudos da migração e até acompanhar a desova. 

A sede fica na Alameda do Boldró, s/n. Funciona das 10h até as 20h. Aqui na Ilha de Fernando de Noronha  o ingresso é gratuito. 

Vila dos Remédios

Nesta vila estão pousadas, hotéis e o centro histórico de Fernando de Noronha. Esta vila é o centro comercial da Ilha. Aqui você pode conhecer a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios,  o Forte Nossa Senhora dos Remédios  e passar alguns momentos agradáveis nos melhores bares e restaurantes da região. 

Capela São Pedro dos Pescadores 

Uma linda capelinha branca, simplória  e com uma Cruz de madeira na frente. Dali se tem bela vista  para o oceano e arredores. 

Museu dos Tubarões

Fica próximo à Capela dos Pescadores. É onde há  muitas informações sobre os tubarões. 

Mirante do Boldró

Neste mirante é onde estão as ruínas do forte de São Pedro do Boldró. Daqui dá para apreciar um lindo pôr do sol. 

Fernando de Noronha não precisa ficar apenas em seus sonhos. Vale a pena um esforço a mais para fazer a visita. Apesar de ser um destino em que você paga taxa de permanência diária e o custo não ser barato, ninguém mesmo,  se arrepende de vir. É surreal a beleza daqui. Vale qualquer preço , que se possa pagar. 

Fernando de Noronha aguarda por você. Aproveite as informações, e se gostou,  compartilhe. 

Se você está planejando uma viagem e quer um Roteiro de Viagem Personalizado, contrate uma personal Travel Desgin. Quer saber mais?! Leia o post Roteiros Personalizados!

Por fim, você ainda ficou com alguma dúvida? Comenta aqui embaixo ou aproveite e compartilhe a sua experiência. Vou adorar saber mais.

Enfim, se quiser conferir outras dicas sobre Fernando de Noronha, ou quer saber mais sobre outros destinos nacionais e internacionais, deixe o seu comentário aqui embaixo. Quem sabe este pode ser o próximo post, não é?

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo