austriacos são racistas?

10 curiosidades sobre a Áustria e sua cultura
10 curiosidades sobre a Áustria e sua cultura

10 curiosidades sobre a Áustria e sua cultura

Conheça algumas curiosidades da Áustria e sua capital Viena. Um ótimo local para o turismo de brasileiros.

Conheça algumas curiosidades da Áustria e sua capital Viena. Um ótimo local para o turismo de brasileiros.

1. Montanhas por todos os lados

A maior parte do território da Áustria é montanhoso, com altitudes que variam entre 500 e 3 800 metros. A Áustria é um país em grande parte montanhosa devido à sua localização, nos Alpes. Os Alpes Central, Oriental, Setentrional e Meridional estão, em parte, em território austríaco. Da área total da Áustria (84.000 km²), apenas cerca de um quarto pode ser considerada de baixa altitude e apenas 32% do país está abaixo de 500 metros de altitude. Os Alpes do oeste da Áustria ceder um pouco em terras baixas e planícies na parte oriental do país.

2. Viena - Capital mundial de música erudita

A cidade é um importante centro de música erudita muitas vezes mencionada como a Cidade dos Músicos, possui também uma sede das Nações Unidas, abrigando a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e a Agência Internacional da Energia Atômica (AIEA); encontra-se também na cidade a sede da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

3. Maibaumsetzen

Um evento tradicional na Áustria é a festa do Mastro ou festa do levantamento do Mastro, uma cerimónia em que um grupo de pessoas levantam um tronco de árvore. É uma tradição ancestral, de origem pagã, originalmente celebrada em diversos países da Europa, simboliza a força e fertilidade masculina.

4. A bandeira da Áustria é uma das mais antigas do mundo

A bandeira nacional da Áustria é uma bandeira formada por três partes horizontais de igual proporção, sendo as exteriores de cor vermelha e a central de cor branca. À bandeira estatal é acrescentado o escudo nacional no centro. Esta bandeira foi oficialmente adotada no dia 1 de Maio de 1945. Juntamente com a Bandeira da Dinamarca esta bandeira é uma das mais antigas do mundo. Segundo a lenda, a bandeira foi criada pelo Duque Leopoldo V da Áustria após a batalha de Acre (actualmente em Israel) em 1191, durante as Cruzadas, quando os uniformes de cor branca das tropas ficaram totalmente manchadas de sangue excepto a parte que estava tapada pelo cinto que ficou branca. Na realidade a bandeira foi desenhada no século XII pelo duque Frederico II da Áustria, o último da dinastia Babenberg, que procurava uma maior independência do Sacro Império Romano. A representação mais antiga deste desenho encontra-se num escudo guardado no mosteiro de Lilienfeld, que data de 30 de Novembro de 1230. Posteriormente esta bandeira continuou a ser utilizada primeiramente como símbolo da casa real austríaca, e seguidamente do Império Austro-Húngaro. Em 1869 a antiga bandeira imperial foi trocada por uma semelhante composta por ter partes de igual proporção, sendo a superior vermelha, a central branca e inferior dividida ao meio, sendo a parte da direita verde e a da esquerda vermelha. Assim sendo a parte da esquerda representava a bandeira da Áustria, e a direita a bandeira da Hungria. Com a extinção do império, a república da Áustria adoptou o emblema vermelho-branco-vermelho a 20 de Outubro de 1918 até à anexação do país à Alemanha nazi no III Reich. Depois da derrota nazi (com o término da II Guerra Mundial) a bandeira é reinstaurada pela Áustria.

5. Viena foi escolhida como um dos lugares mais interessantes para ser visitado

Viena, capital da Áustria e um dos nove estados austríacos, foi escolhida pelo jornal The New York Times como um dos 45 lugares mais interessantes do mundo para ser visitado (confira em "36 Hours in Vienna").

6. Os turistas amam os mundos dos cristais Swarovski

Swarovski Kristallwelten (Os Mundos de Cristais Swarovski) abriu em Wattens, berço do cristal, em 1995. Desde então, este mundo de fantasia proporcionou a mais de onze milhões de visitantes, clientes e admiradores de cristal, inúmeros momentos de encantamento. No Swarovski Kristallwelten, cristal se torna uma experiência abrangente. Projetadas por André Heller, as 14 Câmaras de Maravilha combinam cristal com arte, inspirando momentos de encanto ao admirar obras de artistas famosos, incluindo pinturas, esculturas e instalações, de grandes artistas como Salvador Dalí e Brian Eno.

7. Muito frio, snowboard e esqui alpino

Os melhores resultados da Áustria estão nos esportes individuais, especialmente modalidades de inverno como o snowboard e o esqui alpino, que é considerado o esporte nacional. Alguns dos mais famosos praticantes desse esporte são Toni Sailer, Hermann Maier, Annemarie Moser-Pröll e Anita Wachter. A cidade de Innsbruck, capital do Tirol, sediou as olimpíadas de inverno por duas vezes, em 1964 e 1976.

8. A Áustria foi parte de um imenso império, o Império Austro-Húngaro

O Império Austro-Húngaro marcou o último período da monarquia dos Habsburgo (1867-1918) e um último suspiro da "velha Europa". Foi um período caracterizado pela permanente crise política entre as diversas nacionalidades, mas também por um grande desenvolvimento econômico, social e cultural que influenciou toda a Europa. A Áustria foi parte de um imenso império, que aglutinava diversos países: Hungria, República Tcheca, Eslováquia, Croácia, Bósnia-Herzegovina e Eslovênia. Chamado de Império Austro-Húngaro, ele se dissolveu em 1918, com o fim da Primeira Guerra Mundial.

9. 12º país mais rico do mundo

A Áustria é o 12º país mais rico do mundo em termos de PIB (Produto Interno Bruto) per capita, tem uma economia social de mercado bem desenvolvida e um alto padrão de vida. Até os anos 1980, muitas das maiores empresas austríacas foram nacionalizadas; nos últimos anos, no entanto, a privatização reduziu as participações do Estado para um nível comparável ao de outras economias europeias. Movimentos trabalhistas são particularmente fortes no país e têm grande influência na política trabalhista nacional. Ao lado de uma indústria altamente desenvolvida, o turismo internacional é a parte mais importante da economia local.

10. Você é fã de algum austríaco famoso e talvez não saiba

Austríacos famosos: Wolfgang Amadeus Mozart, Ludwig Wittgeinstein, Karl Kraus, Peter Drucker, Sigmund Freud, Robert Musil, Arnold Schwazenegger, Rainer Maria Rilke, Wilhelm Reich, Gustav Klimt, Johann Strauss, Klaus Maria Brandeauer, Stefan Zweig, Gregor Mendel, Karl Popper, Niki Lauda e outros.