20 coisas para fazer em São Paulo gastando pouco

20 coisas para fazer em São Paulo gastando pouco
Diego Cavichiolli Carbone / Flickr

A cidade de São Paulo é o principal centro financeiro e a maior metrópole da América Latina, com 12 milhões de habitantes segundo a estimativa do IBGE em agosto de 2016. Em relação ao custo de vida é o terceiro mais alto do Brasil. Santos em primeiro, Niterói em segundo.

Com a atual crise econômica brasileira nada está tranquilo nem favorável. Mas não é porque a grana tá curta que você vai ficar mofando em casa. Repleta de atrações, Sampa tem opções para todos os bolsos e gostos.

Passeios e eventos culturais gratuitos ou a preços populares, lazer ao ar livre, variedade gastronômica… São inúmeras opções para aproveitar tudo o que a terra da garoa oferece. De preferência, sem um pingo d´água caindo do céu.

São Paulo completa 463 anos no próximo dia 25. Comemore com essas dicas preciosas que separamos para você.

1. Centro Cultural Banco do Brasil

Com mais de 4 mil m² distribuídos em quatro andares e um subsolo, o CCBB possui salas de exposições, auditório, livraria e cafeteria. Aproveite as sessões de cinema a quatro reais, peças de teatro a dez reais e mostras de arte gratuitas. No centro da cidade, em uma área de fácil acesso: você pode sair nas estações Sé ou São Bento da linha 1-Azul do Metrô ou então pegar ônibus de várias linhas da SPTrans que passam por ali.

De 25/1 a 3/4, não perca a exposição gratuita O Corpo é a Casa do artista austríaco Erwin Wurm, que reconfigura elementos do cotidiano – objetos comuns como carros, roupas e alimentos – para um contexto inesperado, engraçado e ao mesmo tempo crítico em relação à sociedade contemporânea.

Site: http://culturabancodobrasil.com.br/portal
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Sé – Centro.
Telefone: (11) 3113-3651.
Funcionamento: Quarta a segunda, das 9h às 21h.

2. Parque do Ibirapuera

Inaugurado em 1954 e inspirado em parques na Europa e nos Estados Unidos, como o Bois de Boulogne em Paris, o Hyde Park em Londres e o Central Park em Nova Iorque. Tão belo quanto e carinhosamente apelidado de Ibira, o Parque do Ibirapuera é o mais visitado da América Latina, com uma área de quase 120 hectares (1.200km²), três lagos artificiais interligados, ciclovia, lanchonetes, treze quadras iluminadas, pistas para corridas, passeios e descanso, todas integradas à área cultural. Campos de futebol e aparelhos de ginástica também estão disponíveis para quem gosta de praticar exercícios físicos em meio à natureza.
A cultura está presente nas exposições da Oca, MAM (Museu de Arte Moderna), Pavilhão das Culturas Brasileiras (onde acontece a Bienal Internacional de Arte de São Paulo), Museu Afro Brasil, MAC (Museu de Arte Contemporânea) e o Planetário. Visite o site oficial e descubra tudo o que você pode fazer por lá.

Site: http://parqueibirapuera.org
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n (portões 2, 3 e 10), Avenida IV Centenário – portões 6 e 7A, Avenida República do Líbano – portão 7.
Telefone: (11) 5574-5045, (11) 5574-5505.
Funcionamento: Diariamente, das 5h às 0h (aberto 24h de sábado para domingo).

3. Pinacoteca

Projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo em 1895, o prédio que hoje abriga a Pinacoteca do Estado foi o primeiro museu de artes visuais de São Paulo. Atualmente são dez salas que se dividem para abrigar o acervo com cerca de cem mil obras e um espaço reservado para a restauração de peças. Do lado de fora há uma cafeteria onde você poderá lanchar ao ar livre com vista para o Parque da Luz. Confira exposições nacionais e internacionais a preços acessíveis: o valor do ingresso é de R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia), crianças de até 10 anos e maiores de 60 anos não pagam. Aos sábados a entrada é gratuita.

Site: www.pinacoteca.org.br
Endereço: Praça da Luz, 2 – Centro, estação Luz da linha 1-Azul do Metrô.
Telefone: (11) 3324-1000.
Funcionamento: Quarta a segunda, das 10h às 17h30 (com permanência até às 18h).

4. Livraria Cultura no Conjunto Nacional

A loja da Livraria Cultura no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, é um ponto turístico e cultural de São Paulo. É a maior livraria do país, com 4.300 m² e cerca de 2 milhões de títulos, incluindo vinis, filmes, CDs, DVDs, livros e revistas. Você pode ler os livros à vontade e comer na cafeteria da loja ou nos restaurantes do Conjunto Nacional, que também tem cinema e teatro.

Site: http://www.livrariacultura.com.br
Endereço: Avenida Paulista, 2073 – Jardim Paulista, estação Consolação da linha 2-Verde do Metrô/estação Paulista da Linha4-Amarela da Via Quatro.
Telefone: (11) 3170-4033.
Funcionamento: Segunda a sábado, das 9h às 22h; domingos e feriados, das 11h às 20h.

5. MASP

Ícone paulistano, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand é um dos mais importantes museus do hemisfério Sul e está na lista das dez atrações turísticas mais visitadas de São Paulo. A própria construção, projetada pela arquiteta Lina Bo Bardi, é referência mundial pelo aproveitamento do vão livre, que foi pensado como uma praça para uso da população. O acervo do MASP tem de cerca de oito mil peças com obras de grandes pintores nacionais (Cândido Portinari, Di Cavalcanti, Anita Malfatti e Almeida Junior) e internacionais (Rafael, Mantegna, Botticceli, Delacroix, Renoir, Monet, Cèzanne, Picasso, Modigliani, Toulouse-Lautrec, Van Gogh, Matisse e Chagall). O ingresso custa R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia) e dá direito a visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita.

Site: http://masp.art.br/masp2010
Endereço: Avenida Paulista, 1578 – Cerqueira César. Estação Trianon-Masp da linha 2-Verde do Metrô.
Funcionamento: Terça (ingresso gratuito) a domingo, das 10h às 18h. As quintas, das 10h às 20h.
Telefone: (11) 3149-5959.

6. MIS e MuBe

Inaugurado em 1970, o Museu da Imagem e do Som conta com um acervo de mais de 200 mil itens como fotografias, filmes, vídeos e cartazes. Além de exposições e mostras de cinema regulares, oferece uma programação cultural diversificada voltada para todos os públicos e abre espaço para novos artistas, que, por meio de seleção, exibem seus trabalhos dentro de programas de fotografia, cinema, dança e música. O ingresso custa R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia). No mesmo espaço também fica o MuBE (Museu Brasileiro da Escultura), criado em 1995, com exposições da produção atual de artistas reconhecidos internacionalmente e a divulgação de novos nomes do panorama artístico nacional. Há um teatro e aos domingos às 16h, recitais dedicados aos amantes da música. A entrada do MuBe é gratuita.

Dica: Em cartaz até 12 de março não perca a exposição Silvio Santos vem aí!, que retrata momentos importantes da carreira do apresentador e detalhes de sua trajetória como comunicador expondo materiais inéditos, depoimentos, objetos, fotos e vídeos exclusivos encontrados após uma pesquisa bem detalhada.

Site: http://www.mis-sp.org.br e http://mube.art.br
Endereço: Avenida Europa, 158 – Jardim Europa.
Telefone: (11) 2117-4777.
Funcionamento: Terça a sábado, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20h. As terças o ingresso para as exposições do MIS é gratuito.

7. Parque Villa Lobos

Abrange uma área de 732 mil m² que abriga ciclovia, quadras, campos de futebol, playground, aparelhos de ginástica, pista de cooper, tabelas de street basketball e bosque com espécies nativas da Mata Atlântica. E ainda há um anfiteatro aberto com 750 lugares e lanchonete, uma biblioteca e um orquidário. Estima-se que durante a semana cerca de 5 mil pessoas passem por lá, aos sábados e domingos cerca de 20 mil e aos feriados, 30 mil.

Site: http://parquevillalobos.sp.gov.br
Endereço: Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto dos Pinheiros.
Telefone: (11) 2683-6302.
Funcionamento: Diariamente, das 5h30 às 19h.

8. Museu do Futebol

Um lugar indispensável para os amantes do esporte bretão dentro do Estádio do Pacaembu. Lá você conhece a história e os heróis do futebol brasileiro, as Copas do Mundo e os principais gols da Seleção Brasileira com as narrações dos radialistas. A visita começa no saguão de entrada, batizado de Sala do Torcedor, onde estão reunidos objetos utilizados pelos torcedores como chaveiros, cinzeiros, flâmulas, broches e bandeiras. O ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Site: http://www.museudofutebol.org.br
Endereço: Praça Charles Miller, próximo à estação Clínicas, Linha 2-Verde do Metrô.
Telefone: (11) 3664-3848.
Funcionamento: Terça a domingo, das 9h às 17h (com permanência até às 18h). Aos sábados o ingresso é gratuito.

9. Praça Por do Sol

Como o próprio nome diz é um dos melhores lugares da cidade para contemplar o por do sol. Perfeita para ficar de boas sozinho ou com os amigos, fazer um piquenique ou formar uma rodinha tocando violão. Um lugar romântico para casais e fraterno para toda a galera. No momento do crepúsculo, acompanhe o ritual e bata palmas para se despedir do astro rei.

Endereço: Rua Desembargador Ferreira França, s/n – Alto De Pinheiros.

10. Beco do Batman

Dizem que, em determinada manhã da década de 80, apareceu o desenho de um Batman numa das paredes do beco. A partir daí, diversos artistas e estudantes passaram a grafitar os muros formando a maior galeria de grafite a céu aberto do mundo, que atrai turistas de vários países. Foi fechado para carros e motos e teve iluminação reforçada em 2016 e lá estão obras de grafiteiros mundialmente reconhecidos como Roon Wood (Sim, o guitarrista dos Rolling Stones.) e dos brasileiros, Eduardo Kobra e Os Gêmeos, Gustavo e Otávio Pandolfo.

Endereço: Acesso pela Rua Gonçalo Afonso e Rua Medeiros de Albuquerque – Vila Madalena.

11. Parque do Instituto Butatan

Um passeio diferente que agrada a adultos e crianças. Não apenas para conhecer mais sobre cobras e outros animais peçonhentos, mas também pela beleza do lugar com suas alamedas arborizadas repletas de árvores raras e pássaros de diversas espécies. Aproveite o gramado para fazer um piquenique ou apenas deitar em uma esteira e relaxar com os amigos.
O acesso ao parque é gratuito e pagando R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia) você visitará os três museus que ficam lá dentro: o Biológico, o Histórico e o de Microbiologia.

Site: http://www.butantan.gov.br
Endereço: Avenida Vital Brasil, 1500 – Butantã.
Telefone: (11) 2627-9300.
Funcionamento: O parque fica aberto todos os dias, das 7h às 18h. Acesse o site e confira os horários dos museus.

12. Centro Cultural São Paulo

Considerado por muitos paulistanos como o lugar mais democrático e acessível da cidade, o Centro Cultural São Paulo fica entre a Rua Vergueiro e a Avenida 23 de Maio e as estações Paraíso e Vergueiro da linha 1-Azul do Metrô.
Motivos mais que suficientes para conhecer: bela arquitetura, jardins com árvores preservadas na construção do metrô e uma programação diversificada gratuita ou a preços populares, com espetáculos de teatro, dança e música, projeções de cinema e vídeo, oficinas, debates e palestras. O acesso é gratuito e no site você consulta o preço do teatro e dos shows.

Site: http://www.centrocultural.sp.gov.br
Endereço: Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso.
Telefone: (11) 3397-4002.
Funcionamento: De terça a domingo, das 9h às 22h.

13. Parque da Independência

Infelizmente o Museu Paulista da USP (Universidade de São Paulo), mais conhecido como Museu do Ipiranga, só reabrirá em 2018, pois está passando por um intenso processo de restauração. Mas há também o Museu Republicano, uma construção original da passagem do século 18 para o 19. Outra dica é se divertir nos jardins inspirados nos jardins franceses, principalmente o do Palácio de Versalhes. Rola andar de skate e bike e fazer piqueniques. Ah, lá também está o belo Monumento à Independência do Brasil.

Site: http://www.mp.usp.br
Endereço: Rua Brigadeiro Jordão, 149 – Ipiranga.
Telefone: (11) 2065-8001.
Funcionamento: O parque fica aberto diariamente, das 5h às 20h. No horário de verão, o funcionamento é das 5h ás 21h. A entrada no Museu Republicano é gratuita e fica aberto de terça a domingo, das 10h às 17h.

14. Feirinha da Liberdade

A Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Liberdade, popularmente conhecida por “Feirinha da Liberdade”, foi aberta há 33 anos e continua atraindo visitantes do Brasil e do mundo. Um dos melhores passeios aos domingos com as barraquinhas de artesanato japonês, artesanato local e comida típica chinesa, japonesa e também brasileira. Como fica lotado após o meio dia é melhor evitar filas chegando entre às 10h30 e 11h.
Na hora da comilança, os mais pedidos são o guioza, espetinhos de camarão, yakisoba e para a sobremesa, a dica é o imagawayaki (doce de feijão azuki) feito na hora.
O bairro da Liberdade é bem legal com seus vários mercadinhos e galerias de produtos variados. Portanto, não se limite apenas à feirinha.

Site: http://www.centrocultural.sp.gov.br/
Endereço: Praça Da Liberdade, s/n – Liberdade. Estação Liberdade da Linha 1-Azul do Metrô.
Telefone: (11) 4339-1578
Funcionamento: Domingo, das 10h às 18h.

15. Parque Trianon

Inaugurado em 1892, o Parque Trianon fica em frente ao MASP e decora a Avenida Paulista com 48,6 mil m² de vegetação tropical, remanescente da Mata Atlântica. Existem playgrounds, aparelhos de ginástica e a Trilha do Fauno, um percurso de 600 metros com 11 estações, que liga a Avenida Paulista à Alameda Santos. Lá estão duas belas esculturas: “Fauno” de Victor Brecheret e “Aretusa”, de Francisco Leopoldo Silva.

Endereço: Rua Peixoto Gomide, 949 – Cerqueira Cesar. Estação Trianon-MASP da linha 2-Verde do Metrô.
Telefone: (11) 3253-4973/ 3289-2160.
Funcionamento: Diariamente, das 6h às 17h30.

16. Mercado Municipal

Os deliciosos e tradicionais bolinhos de bacalhau e sanduíche de mortadela, huuuummmm…
O Mercado Municipal, popularmente conhecido como Mercadão, tem barracas com diversas opções: frutas, verduras, carnes, peixes, queijos, vinhos, castanhas, frutos do mar e outras delícias. No andar superior ficam os bares que oferecem petiscos e pratos rápidos. Recentemente foi disponibilizado um mapa de sensações para caminhar pelo mercado guiado pelo paladar, olfato, tato, visão e audição.

Site: http://www.oportaldomercadao.com.br
Endereço: Rua da Cantareira, 306 – Centro.
Funcionamento: Segunda a sábado, das 22h às 6h; domingos e feriados, das 6h às 16h.

17. Rolê na Paulista aos domingos

O ícone máximo de São Paulo pode ser visitado a qualquer dia, mas aos domingos o trânsito é fechado para veículos motorizados e a Avenida Paulista se transforma completamente. Dá para passear com a família e amigos, pedalar não somente na ciclovia, passear e comprar nos shoppings, comer nos food trucks da praça em frente ao Shopping Paulista e presenciar as apresentações de cantores e artistas de rua. Tudo isso até às 19h quando os carros, motos e ônibus voltam a circular.

18. Galeria do Rock

Fundada em 1963 como Shopping Center Grandes Galerias, a Galeria do Rock é ponto de encontro das mais diversas tribos no centro de São Paulo. Não se trata apenas de rock, são 450 estabelecimentos, entre eles lojas voltadas para skatistas, dedicadas ao hip hop, estúdios de piercing e tatuagem, lojas de acessórios, roupas, CDs e salões de beleza. Recebe cerca de 20 mil visitantes por dia e tem um público fiel formado basicamente por jovens. Pagando apenas R$ 10,00, você pode fazer uma visita guiada para conhecer as histórias da galeria, mais sobre a arquitetura e a origem da diversidade cultural do local e ainda o Jardim do Rock, com uma vista inédita de diversos pontos da cidade.

Site: http://galeriadorock.com.br
Endereço: Av. São João, 439 – República.
Funcionamento: Fechada nos feriados. Segunda a sexta, das 10h às 18h e aos sábados, das 10h às 18h.

19. Mirante 9 de Julho

De esquecido a inesquecível. Depois de 76 anos sem uso, o Mirante 9 de Julho foi reformado e reativado em 2016. Virou um rico espaço cultural que abriga arte, música, cinema ao ar livre, cafeteria e restaurante com preços camaradas. A entrada é gratuita.

Site: https://mirante.art.br
Endereço: Embaixo do Viaduto Bernardino Tranchesi (Viaduto 9 de Julho), 167 – Bela Vista.
Funcionamento:
Espaço cultural: Terça a domingo (e feriados), das 10h às 22h.
Restaurante Mirante Efêmero: Terça a domingo (e feriados), das 12h às 22h.
Cafeteria Isso É Café: Terça a domingo (e feriados), das 10h às 22h.
Bar: Somente em dias de programação (musical/festas/cinema).

20. Sesc Pompeia

O Sesc (Serviço Social do Comércio) conta com conta com uma rede de 36 unidades, em sua maioria centros culturais e desportivos, divididas entre a Capital, Grande SP e litoral. A mais charmosa de todas é o Sesc Pompeia instalado em um galpão gigante onde acontecem peças de teatro, shows musicais, dança, exposições de artes visuais e tecnologia. Há ainda uma livraria e um restaurante que serve sopas, saladas e sanduíches a preços entre 5 e 20 reais.

Site: http://bit.ly/2hYODuh
Endereço: Rua Clélia, 93 – Pompeia.
Telefone: (11) 3871-7700.
Funcionamento: Terça a sábado, das 9h às 22h; domingos e feriados, das 9h às 20h.

Avaliação
Data da avaliação:
O que foi:
São Paulo
Nota:
5

Deixe seu comentário:

Por Redação

Confira a lista de pontos turísticos da cidade de São Paulo:

  • Parque Ibirapuera
  • Avenida Paulista
  • Pinacoteca do Estado de São Paulo
  • Museu de Arte de São Paulo
  • Catedral Metropolitana de São Paulo
  • Theatro Municipal de São Paulo
  • Catavento Cultural
  • Sala São Paulo
  • Mercado Municipal de São Paulo
  • Jardim Botânico de São Paulo
  • Museu da Imagem e do Som de São Paulo
  • Auditório Ibirapuera
  • Edifício Altino Arantes
  • Museu da Língua Portuguesa
  • Memorial da América Latina
  • Estação da Luz
  • Instituto Butantan
  • Edifício Copan
  • Museu de Arte Moderna de São Paulo
  • Pátio do Colégio
  • Rua Oscar Freire
  • Edifício Itália
  • Praça da Sé
  • Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
  • Beco do Batman
  • Parque Zoológico de São Paulo
  • Hopi Hari
  • Ponte Octávio Frias de Oliveira
  • Aquário de São Paulo
  • Parque Villa-Lobos
  • Represa Billings
  • Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Álvares Penteado
  • Galeria do Rock
  • Parque Cidade de Toronto
  • Pico do Jaraguá
  • Monumento à Independência do Brasil
  • Parque Ecológico do Tietê
    Centro de lazer e preservação ambiental
  • Horto Florestal de São Paulo
  • Centro Cultural Banco do Brasil
  • Museu Afro Brasil
  • Jardim da Luz
  • Parque da Mônica
  • Planetário Professor Aristóteles Orsini
  • Museu do Futebol
  • Parque da Água Branca
  • Mosteiro de São Bento
  • Parque da Aclimação
  • Parque Alfredo Volpi
Eduardo Artico

Eduardo Artico

Redator publicitário. Especialista na arte de criar sacadinhas e anúncios.

Veja mais publicações de Eduardo Artico

+ São Paulo

5 museus em SP para visitar e ampliar sua bagagem cultural
5 museus em SP para visitar e ampliar sua bagagem cultural
Parque da Mônica é opção infantil de diversão
Parque da Mônica é opção infantil de diversão
Palácio Tangará: conheça o primeiro hotel seis estrelas de São Paulo
Palácio Tangará: conheça o primeiro hotel seis estrelas de São Paulo
Hopi Hari: preço do ingresso e horário
Hopi Hari: preço do ingresso e horário

Tags:, , , , , , , , ,